Crer ou não crer

DSC_0249
“Neva na Rioja”. Março de 2015. Foto: A. Siúves

Daqui a pouco virão o sol, as uvas e o vinho.
Nem é preciso crer nisso.
Nem é preciso crer na sede e na alegria.

Não é preciso crer.
Exceto se a dúvida te divide.
Aí grogotó: pobre de ti,

Quando precisas crer,
Quando queres crer,
Já não podes,
Não podes descrer.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s