Fernando Brant ali na esquina

Brant ali na minha esquina, Grão Pará a desaguar entre Contorno, Aimorés e Getúlio Vargas. Minha lista tem a data do funeral do artista. O trecho a seguir é do EM online.

Na Rua Grão Pará, um dos 22 endereços do Museu Clube da Esquina, o “Bar Brant” foi ponto de encontro às sextas-feiras, no Bairro Funcionários, na Região Centro-Sul. Moacyr Brant, um dos 10 irmãos do escritor, conta que Fernando era dos primeiros a chegar. “Era onde se falava de tudo um pouco, especialmente de política. O Fernando sempre se posicionou e participou ativamente em momentos importantes da história de Minas”, comenta. Moacyr, também torcedor do América, conta os dias de paixão pelo futebol ao lado do irmão no Estádio Independência. E relembra ainda, emocionado, o “Eustáquio” – fusquinha 66, vermelho, presente do irmão.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s