“21 Poemas”

“21 Poemas”, minha segunda coletânea do gênero — a primeira é o “Moral das Horas” (Manduruvá, 2013), sai apenas neste blog, como tenho dito, gavetário aberto ao tico-tico no fubá de leitores navepoéticos.

Eis os links, enlaces dos poemas. Com três exceções, nas quais reproduzi fotografias do amigo basco José Fontán, as páginas são ilustradas com obras de Mark Rothko, o pintor da segunda metade do século 20 que tenho mais aderido ao espírito, espírito-campo de devoção à pintura.

— Footing no Face [1/21]
— Olive Kitteridge [2/21]
— Trivial idade [3/21]
— Galícia [4/21]
— Faíscas [5/21]
— Meios (Das análises) [6/21]
— Saberes [7/21]
— Soneto anticlimático [8/21]
— Acará deus [9/21]
— Fisterra (a menina dos olhos cega) [10/21]
— Canto amarelo [11/21]
— Andar [12/21]
— Arrudário [13/21]
— Exposição em PL [14/21]
— Anamnese [15/21]
— Ladainhas [16 e 17/21]
— Céu de Sevilha, não senhor [18/21]
— Raiva [19/21]
— Guerra e Paz [20/21]
— Microcomédia dantesca [21/21]

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

O autor do blog a buscar leitores nas redes sociais. Foto: José Fontán

Anúncios